terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Réveillon pelo mundo!

Entenda quais as particularidades das festas, costumes e tradições de Ano Novo e Réveillon ao redor do mundo!

A passagem do ano no Brasil tem características de todos os povos que colonizaram o país.
No Brasil, a passagem do ano tem nome francês, comida italiana e festa no melhor estilo brasileiro, com muitos fogos de artifício, confraternização entre os familiares e amigos e oferendas às entidades do candomblé, da umbanda e para os anjos da guarda.




Mas... como será que essa data é comemorada nos outros países?


Na Índia, a data é muito comemorada com festas nos hotéis e queima de fogos nas ruas.



No Japão, a data é mais festejada do que o Natal, mas na China e em Israel é apenas um dia normal, já que esses dois países não seguem o calendário gregoriano.

Na China, a passagem é comemorada em setembro, e em Israel, no começo de outubro, mas as datas variam de ano para ano.




Na Grécia, também há queima de fogos e peru assado, mas há dois pratos diferentes que são preparados especialmente para essa data.
Um é o melomakarona, um doce parecido com a nossa rosquinha feito com semolina, farinha, mel e canela.
O outro é feito com os mesmos ingredientes do panetone só que é em formato de bolo e contém também uma moeda de ouro.
Na passagem do ano, o bolo é cortado entre todos os participantes da festa e quem ganhar a moeda terá muita sorte durante todo o ano.

E é da Grécia que vem a tradição de comer romãs. Lá, eles a jogam no chão para quebrá-la e dividir entre todos.



Já a nossa tradição de comer lentilhas vem da Itália.
Assim como os bailes e comemorar dançando a noite inteira nas discos.






Mas no Oriente, mais especificamente no Japão, tudo é bem diferente.
No Japão, é comum fazer uma cerimônia de limpeza na casa e pendurar uma corda de arroz na entrada, para afastar os maus espíritos.
Como não são católicos, comemoram muito mais a passagem do ano do que o Natal.
No dia 31 de dezembro as famílias vão aos templos de sua religião, xintoístas ou budistas, por isso as ruas ficam lotadas e há também queima de fogos.
Antes de irem aos templos, as famílias jantam macarrão.
Para eles, esse alimento trará fortuna para toda a família.


No dia seguinte, é costume no Japão saborear algum tipo de cozido bem saboroso feito especialmente para a data, geralmente à base de pargo (um tipo de peixe), ovas de peixe, camarão ou um tipo de feijão.


Antigamente, a festa durava três dias e o comércio não abria, mas hoje a tradição já está mudando.





Hogmanay, apesar de ser localizada na mesma ilha que a Inglaterra, na Escócia a história é bem outra, com muitas festas e animação.
As atividades para comemorar o Hogmanay, o Réveillon escocês, começam às 8 horas do dia 31 de dezembro e só terminam às 6 horas do primeiro dia do ano-novo.
É uma data muito mais comemorada do que o Natal.



Na capital, Edinburgo, há desfiles de gaiteiros com suas saias típicas e acompanhados por dançarinos típicos na rua principal, a Princes Street.



À meia-noite, os canhões do Castelo de Edinburgo são disparados, há uma grande queima de fogos e um gaiteiro, especialmente iluminado e microfonado, começa a solar lá de cima do castelo.
A festa é regada a muito uísque e pratos à base de intestinos e testículos de carneiro, e o grande desfile acaba em festas espalhadas por todos os pubs da cidade.


Espanhóis comemoram dez dias.
O peru também é o prato principal servido na Espanha.
Além dele, também é feito um delicioso prato com bezugo (um tipo de peixe) assado com batatas.



São feitos também doces de marzipan com formas de figuras, pães doces amanteigados e torrões à base de amêndoa e mel.


Mas como o povo espanhol é muito festeiro, as comemorações já começam no dia 28 de dezembro, dia dos Santos Inocentes, que equivale ano nosso dia da mentira, e vai até o dia 5 de janeiro, quando eles comemoram a chegada dos reis Magos, que é até mais celebrado que o Natal.
Nesse dia fazem as cavalgadas de reis nas cidades e é preparada a rosca de reis. 
Dentro dessa rosca colocam várias figuras e brinquedinhos para as crianças.

E a passagem do ano em Madri é uma superfesta.
Lá, todos vão a Puerta del Sol, onde há um relógio, e cada um leva seu próprio pacote com 12 uvas.
A cada badalada do sino do relógio, comem uma uva e fazem um pedido. Quem não vai até lá, acompanha a transmissão da televisão.
Depois há uma grande confraternização e as pessoas brindam com cava, a champanhe espanhola, e bebem muito vinho e anis, sem gelo.




Nem mesmo o frio impede que os ingleses saiam de casa para comemorar a passagem do ano.
Em Londres, os jovens vão até a Trafalgar Square aguardar o Big Ben dar a última badalada do ano e festejar vendo os fogos de artifícios e tomando cervejas quentes.
E as famílias fazem verdadeiros piqueniques no Speaker's Corner do Hyde Park, um parque muito bonito perto do Palácio de Buckingham. Apesar de pertencer também ao Reino Unido, a Irlanda tem uma festa mais comportada, comemorada dentro dos pubs.





E no País de Gales, por causa do frio intenso, só os mais jovens costumam celebrar a data fazendo festa na praça central, tomando muito bayle, um cremoso licor irlandês e muita cerveja quente.




Charme ,é na França, que deu o nome Réveillon para a data, a passagem do ano é uma grande festa entre amigos, na qual se saboreia bons pratos, mas sem um menu fixo.
Alguns aproveitam para comer o tradicional fígado de pato e ostras cruas.
Mas o ápice da festa, sem dúvida, é a meia-noite, quando todos se beijam e tomam muita champanhe.

Na França, em alguns lugares, fala-se Réveillon e, em outros, dia de São Silvestre Em busca de poder, amor, sorte, dinheiro, felicidade, surgiram outras formas especiais de celebração do ano-novo.


Na Índia, são atirados na fogueira objetos que representam impurezas e doenças.



Na China, usa-se a cor preta para dar sorte.



Seja onde for ou quando for, o que importa é que esse ano novo seja feliz, próspero e cheio de paz, em todos os países!



Feliz Ano Novo!!

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Então é Natal?!

Qual é a música natalina mais famosa de todos os tempos?

Não, não é a da Simone, tão adorada (ou não) pelos brasileiros!

Mas sim Noite Feliz!

A canção Noite Feliz, uma das mais famosas do mundo, foi escrita em 1818, em Oberndorf, uma cidade muito próxima a Salzburgo, Áustria.





Noite Feliz é a música tema de Natal no mundo inteiro, com mais de 300 traduções. Mas você sabia que essa música foi composta na Áustria em alemão? No original ela se chama “Stille Nacht, heilige Nacht” (Noite calma, noite santa).
A letra foi escrita pelo padre ajudante da igreja St. Nikolaus em Arndorf, Salzburg, Joseph Mohr, em 1816 e para as comemorações natalinas em 1818 o padre Franz Xaver Gruber criou a lindíssima melodia, que foi tocada pela primeira vez na noite de Natal da pequena vila austríaca, acompanhada apenas de um violão, já que o pequeno órgão da igreja estava com defeito. O que os dois padres nunca imaginariam era que a poesia que improvisadamente virou música tocada diga-se no bom português, naquele fim de mundo, viajaria para outros países e sobrevivieria também ao tempo.


Para quem não conhece, a letra da música:

Noite feliz, noite feliz
Ó senhor, Deus de amor
Pobrezinho nasceu em Belém
Eis na lapa, Jesus nosso bem
Dorme em paz, ó Jesus
Dorme em paz, ó Jesus
Noite feliz, noite feliz
Eis que no ar vem cantar
Aos pastores os anjos dos céus
Anunciando a chegada de Deus
De Jesus, Salvador!
De Jesus, Salvador!
Noite feliz, noite feliz
Ó senhor, Deus de amor
Pobrezinho nasceu em Belém
Eis na lapa, Jesus nosso bem
Dorme em paz, ó Jesus
Dorme em paz, ó Jesus
Noite feliz, noite feliz
Noite feliz, noite feliz
Eis que no ar vem cantar
Aos pastores os anjos dos céus
Anunciando a chegada de Deus
De Jesus, Salvador!
De Jesus, Salvador!


E a versão Original :



Sempre emocionante!

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Contagem Regressiva!

Olha que fofura o App que a francesíssima Hermés criou enquanto esperamos ansiosamente pelo Natal!

http://lesailes.hermes.com/br/pt/calendrier_avent?&xtor=AL-85238







Quem dera cada dia trouxesse mesmo um presentinho Hermés, não é? #Sonho

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Até R$ 250,00




ESPECIAL DE NATAL
 Nesta época temos que pensar em presentes para os Amigos, Familiares, Colegas de Trabalho, é uma loucura, não é mesmo?!

Pensando nisso, fizemos para você uma seleção de presentes de até R$250,00!




Pingente em Ouro Amarelo: R$ 150,00
Pulseiras Macramê: Branca R$ 220,00 e Bege R$156,00
Medalhas em Ouro Amarelo: R$163,00gde. e R$109,00pqn.
Pingente de Zircônia de Coração: R$ 80,00 
Pingente em Ouro Amarelo, Branco e Rosé: R$ 125,00
Pulseiras em Pedras Brasileiras: R$ 78,00
Colar de Pérolas Biva: R$ 235,00
Crucifixo cravejado em Zircônias: R$235,00
Pingente em Ouro Amarelo: R$165,00
Pingente em Ouro Amarelo: R$140,00
Pingente em Ouro Amarelo: R$78,00
Pingente em Ouro: 235,00
Pingente de Zincônias: 235,00
Pulseira de Critino: 140,00
Pulseiras de Pérolas: R$50,00 cada



Para todos os gostos e orçamentos! Passe aqui na Sofia Olbrich Atelier conferir estas e outras peças da Nova Coleção!



Esperamos você!











segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Acorrentadas


Trend-hunter sempre alerta! A nova onda das famosas é o Colar Corrente, ou Chain Necklace. Sem medo de pesar o look, estão aparecendo nas mais diversas combinações, dá uma olhadinha:



Rihanna,  Kim-K, Miley Cyrus, Jess Alba

Lana Del Rey e flashes de street fashion!


No dia a dia


Aqui na Sofia Olbrich Atelier temos várias peças que seguem essa tendência!





De arrasar, não é?!


Fonte: http://www.sacadafashion.com.br


quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Canivete de Luxo

O Designer de Jóias David Yurman, queridinho das celebridades acaba de lançar uma linha Especial de Canivetes em parceria com a mundialmente famosa empresa suíça Victorinox.




O Designer criou quatro modelos esculpidos em Prata, inspirados em momentos históricos, que seguem o estilo das jóias de Yurman,








Jóias que todo homem gostaria de ganhar no Natal!



O link da e-store segue abaixo:

http://www.davidyurman.com/search?keywords=swiss%20army%20knife



Fonte: Glamurama