sábado, 2 de maio de 2015

Joalheria Art Déco

Art Déco foi um movimento estético originado na França, nos anos 20 do século XX,  que abrangeu as artes plásticas, a arquitetura, o design, a moda e a joalheria. Foi muito influenciado pela Exposição Internacional de Artes Decorativas e Industriais Modernas de 1925, que estabeleceu um novo estilo para a época. 
Após a Primeira Guerra Mundial, a moda sofreu uma enorme transformação acarretada pela mudança do papel da mulher na sociedade. Vivia-se a época das melindrosas e a era do jazz. 
Os vestidos retos e de cintura baixa eram perfeitos para as jóias Art Déco, que tinham como principal característica as formas geométricas.





















O design era linear e com muito contraste, formando padrões abstratos. 
Eram muito usadas esmeraldas, rubis, safiras, ônix e ágatas lapidadas nas formas quadrada, octogonal, mesa, baguete e tesoura, lapidações que também seguiam  os padrões geométricos, além dos brilhantes. As pérolas também se tornaram uma marca da época.
Outra grande influência foi a descoberta da tumba do faraó Tutancamón, em 1922, por isso é comum encontrarmos jóias com referências egípcias produzidas durante o período Art Déco.

Broche inspirado na cultura egípcia
Pulseira Sofia Olbrich de brilhantes e esmeraldas com referências Art Déco
Pulseira Sofia Olbrich de brilhantes e rubis com referências Art Déco



Como Paris era a cidade catalizadora, nada mais natural  que fossem franceses os mais significativos joalheiros cujas criações representam a Joalheria Art Déco. Entre eles estão Boucheron, Maison Cartier, Maubresson e Van Cleff and Arpels.



Braceletes Cartier com referências Art Déco



Valéria Bordin

Nenhum comentário:

Postar um comentário